close
Corrosão

Corrosão sob tensão do aço inox: Saiba quando acontece!

Corrosão sob tensão do aço inox

Um problema recorrente em tubulações expostas a meios que contêm cloretos é a corrosão sob tensão do aço inox. Ela é conhecida como um processo de desgaste de materiais metálicos em decorrência da ação de tensões mecânicas, que podem ser aplicadas ou residuais, causadas por usinagem, em conjunto com um ambiente corrosivo.

Sendo assim, a corrosão sob tensão do aço inox consiste, basicamente, na formação de trincas que acabam por favorecer a ruptura do material. As tensões criadas pelo tipo de montagem ou, ainda, pelas tensões residuais resultantes do método de fabricação, tais como a laminação a frio, são as causas mais frequentes desse tipo de corrosão do aço.

Neste artigo, saiba mais sobre as situações favoráveis ao surgimento desse problema. Acompanhe a seguir.

Corrosão sob tensão do aço inox

Corrosão sob tensão do aço inox: quando ela ocorre?

O ambiente mais prejudicial para os metais e que acaba sendo propício para esse tipo de corrosão é a solução de cloreto e água, como a água do mar, especialmente em temperaturas elevadas. Como consequência, os aços inoxidáveis são limitados na sua aplicação para serem utilizados em locais de águas quentes, mesmo contendo pequenas quantidades de cloretos.

Vale dizer que a classe 304 é um exemplo de metal que está sendo cada vez mais aproveitado em soluções de cloreto, em níveis de temperatura moderados. A tentativa de estabelecer limites pode ser algo arriscado, porque as condições de ambientes mais úmidos/secos podem concentrar os cloretos e aumentar a probabilidade de corrosão sob tensão. Já em relação à água do mar, o teor do cloro é de cerca de 2%, e acima de 50ºC é encontrada em aplicações como trocadores de calor para as centrais de regiões litorâneas.

Cabe ressaltar que a corrosão sob tensão do aço inox quase não altera o aspecto do metal e, por isso, muitas vezes, ela só é percebida quando ocorre uma fratura do material.

A corrosão sob tensão por cloreto é uma das formas de corrosão mais impactantes. Ela é intergranular e ocorre em aços inoxidáveis autênticos por tração, na presença de oxigênio, íons de cloreto e alta temperatura.

Esse tipo de corrosão começa com depósitos de carbeto de cromo ao longo dos limites de grãos, que deixam o metal propenso e suscetível à corrosão. O seu controle se dá mediante a manutenção do íon cloreto e do baixo teor de oxigênio no ambiente, bem como pela utilização de aços de baixo carbono.

Dentre os processos de corrosão, é importante citar, ainda, a fragilização por hidrogênio. Muitos metais, principalmente os aços de classe mais elevadas, são expostos a ele se tornando mais frágeis, o que leva ao risco das fraturas no aço.

Como diminuir a corrosão sob tensão do aço inox

A redução da corrosão sob tensão do aço inox passa por diminuir as tensões, proteger o metal com o uso de produtos químicos especais (inibidores de corrosão), incluindo a aplicação de tintas anticorrosivas.

Outro ponto importante para minimizar a tensão é a promoção de mudanças no ambiente favorável ao surgimento da corrosão, o que inclui a retirada de partículas de cloreto e oxigênio dos ambientes e a modificação do pH.

Quer saber mais sobre corrosão sob tensão do aço inox? Siga acompanhando nosso canal de conteúdo e até a próxima!