close

O Aço Inoxidável

O Aço Inoxidável

Saiba o que é o aço inoxidável tipo Austenítico

inoxidavel

Composto basicamente por ferro, cromo e níquel, o aço inox do tipo austenítico possui uma vasta gama de aplicações devido sua alta? resistência ? corrosão e facilidade em operações de soldagem.

Por não conter uma quantidade muito alta de ferro, os aços? inoxidáveis desta categoria não possuem forte magnetismo. Porém? possuem uma ótima resistência ? corrosão atmosférica.

O? aço austenítico têm austenita como fase primária (face centrada em cristal cúbico). Estas são ligas contendo cromo e níquel (? s vezes manganês e nitrogênio), estruturado em torno da composição 302 do tipo de ferro, cromo 18%, e 8% de níquel.

Aços austeníticos não são endurecíveis por tratamento térmico. O aço inoxidável é mais conhecido, provavelmente, por tipo 304, ? s vezes chamado T304 ou simplesmente 304.

Os principais tipos de aço austenítico são:

AISI 201 – Características muito similares ao AISI 304, porém é uma? alternativa mais econômica devido sua baixa quantidade de níquel.

AISI 301 – Excelente resistência estrutural e por? isso é comumente utilizado na indústria? aeronáutica, ferroviária, rodoviária e alimentícia.

AISI 302 – Por sua maior facilidade de manuseio,? este é mais utilizado na fabricação de molas,? ganchos, objetos de arte e em alguns casos na? indústria alimentícia.

AISI 304 – Sem dúvida o aço inox mais popular,? amplamente utilizado em artigos de cozinha,? hospitais, indústrias químicas, farmacêuticas e? petroquímicas.

AISI 304L – Versão mais aprimorada do AISI 304,? este pode ser usado na produção dos mesmos? artigos que necessitam de uma proteção extra ? ? corrosão interna (intercristalina).

AISI 310 – Possui uma alta resistência ? elevada? temperatura e, por isso, é amplamente usado em? esteiras para fornos, caldeiras, bombas, trocadores? de calor e dispositivos do tipo.

AISI 316 – Conta com molibdênio em sua? composição, sendo uma alternativa superior para? aplicações semelhantes aos dos tipos AISI 304 e? AISI 304L.AISI

316L – Versão com menos carbono do AISI? 316, que confere uma maior resistência ? corrosãointerna (intercristalina).

Sabemos que as dúvidas sobre o aço inoxidável ? são diversas e vêm tanto de compradores como consumidores e fornecedores. Apesar da quantidade de material educativo sobre o Aço Inox disponível hoje na internet, a maioria foca nas características químicas (especificamente na composição e comportamento químico) do produto, deixando um enorme vácuo entre a explicação química e a aplicação prática

Para facilitar esse aprendizado produzimos o ABC do Aço Inox, que você pode baixar clicando na imagem abaixo, boa leitura!

 

capa-abc-do-aco-inox

 

read more
Comprando o aço inoxO Aço Inoxidável

3 dicas para aproveitar melhor seu orçamento de aço inox 304

aço

O aço inoxidável mais conhecido, provavelmente chamado por tipo 304, ? s vezes ? T304 ou simplesmente aço inox 304.

A Liga AISI 304 possui composição química de Carbono (0,08% máx.), Silício (0,75% máx.), Magnésio (2,00% máx.), Cromo (19,00% máx), Níquel (9,00%), Fósforo (0,045% máx.), Enxofre (0,030% máx.) e outros (N-O,10% máx.)

O aço inox 304? é amplamente utilizado fabricação de peças que devem resistir a? um grande número de agentes corrosivos,? tais como ácido nítrico, soluções alcalinas,? água do mar, etc.

Normalmente utilizado na? fabricação de tanque da indústria química? e têxtil, na fabricação de eixos, parafusos,? rebites, etc.

Separamos algumas dicas para que você aproveitar? melhor o seu orçamento do aço inox 304

1 – Ao receber o pedido de compras do setor de engenharia? conferir qual o produto que vai precisar orçar

O Aço inox 304, normalmente é vendido em chapa, tubo, bobina, cantoneira, perfis, barra chata, anel, disco e peças cortadas sob medida.

No orçamento essa informações pode estar? divididos em siglas:

  • CH – Chapa
  • BO- Bobina
  • TB – Tubo
  • BA- Barra Chata
  • PL – Perfil
  • DI – Disco
  • AN – Anel
  • SM – Sob medida

Um dica muito importante, que pode gerar economia em seu orçamento é verificar se o distribuidor pode beneficiar o produto conforme necessidade de sua produção, pois hoje alguns distribuidores possuem maquinário de corte e dobra que podem otimizar tempo e horas trabalhadas em sua empresa

2-? Certificar se o AISI 304 é o melhor tipo de aço para a sua aplicação

O Aço inoxidável pode ser vendido de várias formas, ? quando for citado a classificação? do aço inoxidável, o chamado AISI que vem seguido de um número, ? como o Aisi 304, 304L, 430, 316, etc, estão referindo-se ao tipo de aço inoxidável conforme o sistema americano para a classificação dos aços (American Iron and Steel Institute- AISI).

Esta classificação se refere as propriedades e a composição química da liga.

Você pode baixar a tabela com as propriedades de todas as ligas aqui

Os melhores distribuidores tem uma equipe técnica de engenheiros que podem indicar o melhor tipo de aço inoxidável para cada aplicação e indicar tipos novos de materiais que podem ser mais eficientes em sua aplicação

assistencia tecnica

 

3- Muita atenção no acabamento e espessura

Devido ao grande uso dos aços inox como matéria-prima nos mais variados setores da indústria, diversos tipos de acabamentos são plenamente utilizados com sucesso.

 

Freqüentemente diferentes aplicações exigem características superficiais também diferentes para que a peça ou produto fabricado tenha o melhor desempenho em serviço.

Citamos alguns exemplos abaixo para verificar como é importante a correta definição do acabamento.

 

 

Vamos, por exemplo, imaginar um mesmo aço inox tipo 304, espessura 1,20 mm para duas aplicações distintas:

 

 

– piso para estabelecimentos comerciais e leitos hospitalares.

O aço é o mesmo, a espessura é a mesma, a composição química é a mesma, as propriedades mecânicas são as mesmas. Porém se o material empregado nos leitos hospitalares tiver um acabamento rugoso, sua limpeza será mais difícil e conseqüentemente a remoção de bactérias não será tão eficiente.

 

Em contrapartida, se o piso tiver um acabamento superficial bastante liso, com rugosidade bem baixa, será desastroso.

 

Aços produzidos por laminação a quente (LQ – Laminado a Quente ou BQ – Bobina a Quente) compreendem as faixas de espessura mais grossas e têm uma rugosidade superficial maior do que aços laminados a frio (LF ou BF).

 

Ou seja: um inox 304 BQ, espessura = 3,00 mm terá rugosidade maior do que um inox 304 BF, espessura = 3,00 mm.

 

Se dois aços inox iguais forem laminados pelo mesmo processo, mas para espessuras diferentes, o mais fino terá rugosidade menor. Isso equivale dizer que um inox tipo 304 BF, espessura = 2,00 mm terá rugosidade maior que um inox 304 BF, espessura = 0,60 mm.

 

 

Para auxiliá-lo na compra do aço inox 304 ou outros materiais, ? a Losinox com mais de 50 anos de experiencia no mercado de aço inoxidável, preparou para você um manual chamado “Manual do Comprador de Aço Inoxidável”.

 

O Manual do Comprador de Aço Inoxidável foi? elaborado para esclarecer, de forma simples e prática, tudo o que deve? ser levado em consideração pelo comprador para fazer a melhor? decisão? possível.

 

 

Baixe agora e entenda tudo sobre o mercado de compras de aço inoxidável

 

manual do comprador do aço inox 304

 

 

 

read more
O Aço Inoxidável

Saiba como fazer para reconhecer se um material é Aisi 304 ou Aisi 316

Aisi 304 ou Aisi 316

A diferença fundamental entre o? Aisi 304 ou Aisi 316 é que 316 contém molibdênio e o 304 não. Existem no mercado diversos produtos que são utilizados para uma rápida identificação da presença de molibdênio.

Uma pequena área da superfície do material é previamente submetida a um rápido lixamento e depois são adicionadas 2 ou 3 gotas do reagente. As gotas são agitadas com uma vareta de plástico. Em poucos minutos, o reagente muda de amarelo para marrom se o material tem molibdênio. Se a gota permanecer amarela, o material não é um 316.

É importante observar que estes testes não são quantitativos. O reagente produz também uma cor marrom com teores de molibdênio menores que 2, quantidade mínima aceitável para que o material seja considerado um 316.

Existe também, um outro método através do teste eletroquímico para diferenciar se o aço inox é? Aisi 304 ou Aisi 316

Ele é ? utilizado com o mesmo objetivo do anterior, cujo resultado, porém, sai em menos de um minuto.

Ele utiliza dois reagentes e uma bateria comum de 9 V, que formam um halo em torno do ponto onde foram depositados os reagentes. Se este halo adquirir coloração rosa, o aço inoxidável contém molibdênio. Este teste eletroquímico pode ser realizado não somente em superfícies horizontais, mas também em superfícies verticais e, até mesmo, de cabeça para baixo.
Esses dois métodos, prestam-se para identificar a presença de molibdênio no aço inoxidável sob análise. Desta forma, os efeitos obtidos em testes do inox 316 são também obtidos com outros aços inoxidáveis que contenham molibdênio, tais como o 444 e o 317.

Para diferenciar a os aços inoxidáveis da série Aisi 400, como o famoso Aisi 430, ? basta o teste magnético, ? para distingui-los é suficiente colocar o ímã ? junto ao metal e verificar se o imã gruda, pois os aços da série Aisi 400 são magnéticos, diferentemente dos aços da linha Aisi 300.

 

Sabemos que as dúvidas sobre o aço inoxidável ? são diversas e vêm tanto de compradores como consumidores e fornecedores. Apesar da quantidade de material educativo sobre o Aço Inox disponível hoje na internet, a maioria foca nas características químicas (especificamente na composição e comportamento químico) do produto, deixando um enorme vácuo entre a explicação química e a aplicação prática

Para facilitar esse aprendizado produzimos o ABC do Aço Inox, que você pode baixar clicando na imagem abaixo, boa leitura!

 

capa-abc-do-aco-inox

 

 

read more
O Aço Inoxidável

Saiba qual a diferença entre o aço carbono e os aços inoxidáveis!

carbono

Você sabe qual a qual a diferença entre o aço carbono e os aços inoxidáveis?

Os aços inoxidáveis diferem dos aços comuns principalmente por possuírem em sua composição química um mínimo de 10,5% Cr (cromo).

Aço carbono, por exemplo, é uma liga metálica formada essencialmente por ferro e carbono, com percentagens deste último variáveis entre 0,008 e 2,11%. Distingue-se do ferro fundido, que também é uma liga de ferro e carbono, mas com teor de carbono entre 2,11% e 6,67%.

No segmento Indústria, os aços inoxidáveis utilizados tem teores de cromo freqüentemente mais elevados (aproximadamente 18 de Cr) e alguns tem ainda Ni (Níquel) , Mo (Mobilidênio) e outros elementos de liga.

A presença de Cr é muito importante na formação de filmes passivos e na resistência ? corrosão do material. O Ni (Níquel) contribui notavelmente na melhoria das propriedades mecânicas.

Quando comparados com o aço carbono, os aços inoxidáveis são, em geral, materiais muito mais resistentes ? corrosão e com propriedades mecânicas superiores.

orçamento aço inox

Hoje por exemplo, mais de 30% de todo o aço inoxidável produzido é utilizado em produtos relacionados ao setor de alimentos e bebidas.

Para manter a consistência de qualidade e bom gosto, a produção de cerveja exige um material perfeitamente lavável e neutro.

Além disso, o processo de fermentação envolve gases corrosivos livres que exigem um material altamente resistente ? corrosão.

O primeiro tanque de fermentação em aço inoxidável foi usado para fazer cerveja em 1928 e ainda é o material usado em cervejarias hoje.

Da cervejaria até o armazenamento, barris de aço inoxidável são o produto padrão com milhões de litros de cerveja em barris vendidos a cada ano.

Barris de aço inoxidável têm uma vida útil em serviço maior do que outros materiais, sendo robustos e de fácil limpeza – o que os torna a solução de melhor custo-benefício para o armazenamento de cerveja.

diferença entre o aço carbono e os aços inoxidáveis 1 diferença entre o aço carbono e os aços inoxidáveis

 

O que nós assumimos com rotineiro hoje, só foi descoberto há 100 anos. Na verdade, a descoberta que mudou o mundo foi um acidente – Harry Brearley, no laboratório de Firth Brown em Sheffield, estava testando diferentes ligas de aço para tentar melhorar a qualidade de canos de revolver e notou que uma das ligas não corroía.

O ingrediente vital era cromo suficiente para que ao invés da película de óxido conhecida como ferrugem no aço comum, se formasse uma camada de proteção impenetrável sobre o novo “aço inoxidável”.

E um dos primeiros usos foi para talheres e este continua a ser o material padrão para esta aplicação hoje em dia – imagine um mundo sem aço inoxidável…

read more
O Aço Inoxidável

Sustentabilidade do aço inox: saiba mais!

assei

A sustentabilidade não é mais apenas um conceito abstrato ou um ideal distante. Ela, cada vez mais, mostra-se presente na mente, nas decisões de compra e no comportamento das pessoas. E isso impulsiona consumidores e empresas a reverem seus hábitos. É nesse contexto que a sustentabilidade do aço inox mostra-se cada vez mais relevante.

De fato, conforme pesquisa realizada pelo Instituto Akatu, um percentual crescente de pessoas tem valorizado mais as práticas sustentáveis, incorporando pequenas ações sustentáveis em suas rotinas e sendo mais exigentes com as empresas em relação ao seu compromisso com questões socioambientais. Outro estudo demonstrou que o brasileiro ocupa o terceiro lugar no ranking de povos com maior consciência e preocupação com a sustentabilidade.

E você, está procurando formas de incorporar práticas mais sustentáveis em sua rotina? Então, não deixe de conhecer mais sobre a sustentabilidade do aço inox. Acompanhe a seguir.

sustentabilidade do aço inox

Por que o aço inox é mais sustentável?

O aço inox é considerado o metal mais sustentável entre os disponíveis comercialmente no mercado. Ele está alinhado ao conceito de desenvolvimento sustentável, que é aquele que supre as necessidades do presente sem comprometer a habilidade das gerações futuras em suprir as suas próprias necessidades.

Trata-se de um insumo ecologicamente correto em relação a outros tipos de materiais, apresentando um teor reciclado médio de 60% e sendo 100% reciclável.

A sustentabilidade do aço se apresenta, ainda, pela sua possibilidade de reutilização, visto que seus resíduos, por isso, não serão desviados para aterros sanitários. Ainda, trata-se de uma matéria-prima quimicamente segura, que não polui rios e mares.

Sustentabilidade do aço inox: por que escolhê-la?

Além de todos os benefícios que vimos, podemos ainda destacar:

1. A durabilidade do aço inox

A elevada durabilidade de produtos feitos desse material  faz com que menos rejeitos sejam descartados no meio ambiente ou precisem ser submetidos ao processo de reciclagem.

2. A segurança química do metal

Se outros metais forem descartados em um pequeno rio, provavelmente a fauna e a flora local serão comprometidas, além de tornar suas águas impróprias para consumo. Se o mesmo ocorrer com o aço inox, não haverá tais impactos, pois ele é quimicamente seguro. Por isso, há, por exemplo, criadouros de peixes feitos desse material. Ou mesmo próteses internas utilizadas no organismo humano feitas em aço inox.

Ainda, sua segurança química é maior, pois os materiais de aço inox não utilizam tintas ou compostos químicos poluentes (como o verniz de uma madeira, por exemplo).

3. O potencial de reciclagem do aço inox

Como vimos, esse metal é 100% reciclável, podendo passar por incontáveis processos de reciclagem sem perder sua qualidade e suas propriedades. Além disso, ao contrário de outros materiais, sua reciclagem tende a ser simplificada.

4. A sustentabilidade do aço inox em seu processo produtivo

Busca-se melhorar continuamente o processo produtivo do aço inoxidável. Da década de 1960 para cá, as emissões de CO2 caíram para metade e a de partículas foi diminuída em mais de 90%.

Ainda, essas partículas são quase completamente recicladas e os gases residuais são reutilizados para a produção de energia. Outro fator importante é que boa parte da produção do material é feita em siderúrgicas que são alimentadas com sucata reciclada e não geram emissões de CO2.

Assim, seja na construção civil, na decoração, em utensílios domésticos ou industriais, a sustentabilidade do aço inox se faz presente. Preferir os produtos feitos a partir desse metal é uma escolha que, além de garantir itens de beleza e qualidade, ainda auxilia o meio ambiente.

E então, o que você achou sobre a sustentabilidade do aço inox? Você pensa em optar por ele em suas próximas decisões de compra? Deixe sua mensagem nos comentários.

read more
O Aço Inoxidável

Conheça o Aço Inoxidável!

Untitled-8

O aço inoxidável é formado por ligas de aço (Carbono + Ferro) + Cromo, com no mínimo 10,5 % de Cromo, em condições favoráveis ocorre a formação da camada passiva, que concede ao inox a resistência ? corrosão.

 

aço inoxidável camada passiva

O Cromo, em particular, forma um filme fino e aderente, que protege o material de subseqüentes ataques corrosivos. Esse filme é conhecido como camada passiva.

 

A camada passiva do? aço inoxidável

Resulta da reação entre o material e a água, sempre presente no meio ambiente (a umidade do ar condensa sobre a superfície fria do metal).

O produto dessa reação é um oxi-hidróxido de cromo e ferro.

Na região mais próxima da superfície metálica predomina um óxido, e na região mais próxima ao meio ambiente predomina um hidróxido.

Com o decorrer do tempo, a camada de óxido aumenta, não acontecendo o mesmo com a de hidróxido e, aparentemente, existe um enriquecimento do filme passivo.

Apesar de invisível, estável e com espessura finíssima (cerca de 0,000005 mm) essa película é muito aderente ao? inox? e tem sua resistência aumentada ? medida que é adicionado mais cromo ? liga.

Outros elementos como níquel, molibdênio e titânio, por exemplo, aumentam a resistência a corrosão em diversos meios.

Outros elementos podem ser acrescentados, melhorando diversas propriedades.

Podemos agrupar os aços inoxidáveis, conforme sua estrutura, formando as famílias, dentre as principais:

  • Austeníticos (Tp 304,304L, 316,316L, etc)
  • Ferríticos (Tp 409,410S, 430, etc)
  • Martensíticos (Tp 410, 420, 498, etc)

A denominação aço inoxidável sugere que o material não sofra nenhum tipo de corrosão e que seja resistente a todos os meios, conceito esse incorreto, principalmente pelos inúmeros exemplos de aplicações? bem sucedidas.

Na verdade, não existe material imune ? corrosão para todo e qualquer ambiente.

O aço inox não é diferente, por isso a necessidade de se fazer uma correta especificação beneficiando-se das inúmeras vantagens que ele nos concede.

read more
1 2 3 4
Page 4 of 4